Todos Pela Educação, D3E e Laboratório da Universidade de Columbia Lançam Estudo que discute o uso da tecnologia na aprendizagem

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Se as tecnologias já fazem parte da vida de milhões de brasileiros, como elas podem ser utilizadas, de forma estratégica, para melhorar o aprendizado dos alunos da Educação Básica? Qual é o seu papel dentro da sala de aula? Para responder a essas perguntas e trazer evidências e propostas para o debate público acerca do tema. o Todos Pela Educação, em parceria com D3E (Dados para um Debate Democrático da Educação) e com o Transformative Learning Technology Laboratory, da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, lançam o estudo “Tecnologias para uma Educação com equidade: novo horizonte para o Brasil”.

A pandemia da Covid-19 tornou ainda mais urgente um debate profundo sobre o papel da tecnologia na Educação. E o relatório mostra como práticas pedagógicas com suporte tecnológico vão além do ensino remoto. Para que o Brasil esteja preparado para lidar tanto com emergências quanto com o cotidiano, a publicação coloca como urgente que esse debate atinja uma estratégia a nível de país que proporcione uma tecnologia educacional ampla, participativa, democrática e baseada em conhecimento científico.

Ações isoladas — como a compra de laptops ou a adoção de uma plataforma — têm alcance limitado como política pública. Dada a complexidade da escola e a multiplicidade de soluções tecnológicas possíveis, os gestores precisam articular ações em diferentes níveis para criar reformas sustentáveis. O estudo elenca quatro aspectos essenciais para melhorias na área: garantir recursos com equidade e transparência; formar, apoiar e motivar os professores; proteger os dados dos alunos e dos educadores e desenvolver uma estratégia nacional.

O documento utiliza as diretrizes e estratégias apontadas pelo Educação Já!, iniciativa suprapartidária liderada pelo Todos Pela Educação com o objetivo de subsidiar o poder público com diagnósticos detalhados e soluções concretas em sete temas estruturantes. Saiba mais sobre o Educação Já!.