Notícias do setor em destaque

Novo ensino médio: os desafios para a implementação

Com a publicação do Cronograma Nacional de Implementação do Novo Ensino Médio, feita em 14 de julho por meio da Portaria MEC nº 521/2021, o Brasil passa a ter prazos definidos  e apertados para iniciar a implementação da nova proposta de ensino médio aprovada em 2017. Para saber qual é o cenário brasileiro, as expectativas e os desafios da educação do país e os órgãos de controle, o Luz aos Fatos recebe a presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE), Maria Helena Guimarães, e o presidente da Abrelivros, Ângelo Xavier.

LEIA MAIS »

Editores se unem para ir contra a privatização dos Correios

Uma das grandes discussões do momento em Brasília é a privatização dos Correios. Corre na Câmara dos Deputados o projeto de lei 591/2021 que prevê a venda da estatal. A Liga Brasileira de Editoras (Libre) se uniu aos grupos Coesão Editorial e Minas pelo Livro para compor um manifesto contra a privatização.

LEIA MAIS »

Aprendizado remoto foi insuficiente, dizem especialistas

O modelo de ensino remoto adotado às pressas em 2020 em razão da pandemia ficou aquém em aprendizado, na comparação com o presencial, avaliam especialistas. “Todas as evidências levantadas até o momento, seja no Brasil, seja no exterior, demonstram que os estudantes deixaram de aprender durante a pandemia”, diz Alexandre Schneider, pesquisador do Centro de Estudos em Política e Economia do Setor Público da FGV.

LEIA MAIS »

Formação Continuada em Práticas de Alfabetização apresenta estratégias para o ensino fundamental

O Ministério da Educação (MEC) lançou, por meio da Secretaria de Alfabetização (Sealf), o curso de Formação Continuada em Práticas de Alfabetização. Trata-se de uma formação composta por sete módulos de conteúdo, destinada especialmente a professores, coordenadores pedagógicos, diretores escolares e assistentes de alfabetização.

LEIA MAIS »

Ano letivo de 2021 começou presencialmente em 16% dos municípios

A maior parte das escolas públicas municipais no Rio de Janeiro continua exclusivamente em ensino remoto. Apenas 1,1% das redes de ensino começaram o ano letivo de 2021 com aulas totalmente presenciais e 15,1% de forma híbrida, mesclando aulas presenciais com ensino remoto. Os dados são de pesquisa da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) divulgada hoje (22).

LEIA MAIS »

30% dos brasileiros declaram ter lido livros digitais durante a pandemia

O Itaú Cultural e o Datafolha atualizaram a sua pesquisa nacional sobre os hábitos culturais dos brasileiros durante a pandemia. A primeira rodada da pesquisa aconteceu em setembro de 2020. Em resumo, o estudo apontou que houve aumento no consumo de atividades culturais no ambiente on-line durante a pandemia e a maioria dos respondentes disseram que pretendem manter o hábito após a volta à normalidade.

LEIA MAIS »

MEC remaneja R$ 54 milhões para Formação Continuada de Professores

A Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (SEB/MEC) está remanejando R$ 54,9 milhões do antigo e descontinuado programa Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic) para a formação continuada de professores da Educação Básica.As ações do Pnaic cessaram em 2018 e vários estados tinham saldos remanescentes em conta.

LEIA MAIS »

Aprendizado remoto foi insuficiente, dizem especialistas

O modelo de ensino remoto adotado às pressas em 2020 em razão da pandemia ficou aquém em aprendizado, na comparação com o presencial, avaliam especialistas. “Todas as evidências levantadas até o momento, seja no Brasil, seja no exterior, demonstram que os estudantes deixaram de aprender durante a pandemia”, diz Alexandre Schneider, pesquisador do Centro de Estudos em Política e Economia do Setor Público da FGV.

LEIA MAIS »

Associe-se à abrelivros

A Abrelivros realiza uma série de atividades que buscam o aprimoramento de políticas, programas ou ações, ligadas à educação,
à cultura e à melhoria do livro

icone_abre01

Representação das editoras de livros escolares junto aos governos estaduais e federal, visando ao acompanhamento e ao aperfeiçoamento dos programas nacionais de Livros Didáticos, bem como das iniciativas referentes aos diversos programas de leitura escolar

icone_abre02

Contribuições ao Conselho Nacional de Educação, CNE, à Secretaria de Educação Básica - SEB do MEC, através da participação em debates e do encaminhamento de pareceres e propostas acerca da Avaliação do Livro Didático

icone_abre03

Comissão Editorial encarregada de aprimorar aspectos editoriais da produção e de outras comissões de trabalho versando sobre: questões Financeiras, Ética, Divulgação, Literatura, Direito Autoral, Livro do Professor e Assuntos Parlamentares

icone_abre05a

Formação de grupos de trabalho para representar a Abrelivros junto às diversas entidades que, de alguma maneira, estão ligadas à produção de livros, a saber: ABIGRAF, ABRALE, BRACELPA, ANL, CBL, SNEL, ABDR, entre outras;

icone_abre06

Intervenções na imprensa, através de entrevistas e artigos, com vistas a esclarecer os mais diversos aspectos referentes ao livro

icone_abre07

Constante acompanhamento e avaliação do mercado do livro em todo território nacional

icone_abre08

Participação nas Bienais do Livro de SP e RJ

icone_abre09

Patrocínio ao Prêmio Professores do Brasil

O Instituto Pró-Livro é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), sem fins lucrativos, criada e mantida pelas entidades do livro – Abrelivros, CBL e SNEL – com a missão de transformar o Brasil em um país de leitores, promovendo pesquisas e ações de fomento à leitura.

Clique e conheça mais sobre o IPL.

Associação Brasileira de Editores e Produtores de Conteúdo e Tecnologia Educacional

Alameda Joaquim Eugênio de Lima, 881 Conj. 1012 – Jardim Paulista
São Paulo – SP
01403-001

E-mail: contato@abrelivros.org.br

BOLETIM ABRELIVROS

Digite os dados, abra o e-mail e confirme sua assinatura para receber gratuitamente as notícias selecionadas pela Abrelivros

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário