Novas diretrizes reforçam uso da tecnologia nos processos de aprendizagem

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Foi publicada, na edição do Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (26), a Portaria n° 882 que define as novas diretrizes para a formação continuada de professores da educação básica com adequação dos currículos dos cursos para o magistério, tendo por referência a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

As novas diretrizes orientam sobre a necessidade de lidar com as dinâmicas do processo de aprendizagem com a tecnologia, de modo que os professores possam desenvolver novas metodologias e abordagens ativas e inovadoras, nas modalidades de ensino presencial, remota ou a distância.

O normativo complementa as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) e a Base Nacional Comum para a Formação Inicial de Professores da Educação Básica (BNC-Formação), que foram homologadas em dezembro de 2019. O documento ainda estabelece como fundamentos pedagógicos da formação continuada o foco no conhecimento pedagógico do conteúdo, o uso de metodologias ativas de aprendizagem, o trabalho colaborativo entre pares, a duração prolongada da formação e a coerência sistêmica.