Nadja Cezar é a nova secretária-executiva do Plano Nacional do Livro e Leitura

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Em 2006, os então ministros Fernando Haddad e Gilberto Gil, da Educação e Cultura respectivamente, instituíram o Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL) consolidando uma série de propostas para a criação de estratégias de valorização do livro e da leitura.

Quase dez anos depois, em 2015, Dilma Rousseff, então presidente, assinou o decreto que deu forma ao PNLL, mas foi em 2018, com a promulgação da Lei Castilho, que as bases do PNLL se tornaram uma política pública estatal para as áreas do livro, leitura e bibliotecas.

Até agora, a lei não foi regulamentada pelo executivo e, desde 2019, a secretaria-executiva, responsável pela gestão técnica e operacional do Plano, está sem um titular. A última pessoa a ocupar o cargo foi Renata Costa.

Na última sexta-feira (10), isso mudou. Uma portaria interministerial assinada por Gilson Machado Guimarães Neto, do Turismo, e Milton Ribeiro, da Educação, nomeou Nadja Cezar como secretária-executiva do PNLL. O mandato é de dois anos, podendo ser reconduzida por mais dois anos.

Nadja, que é do corpo técnico do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE), acumulará o cargo de coordenadora-geral dos Programas do Livro.

Ao PublishNews, Nadja declarou: “Espero poder contribuir nessa agenda que é tão importante para nossa educação”.