FNDE participa da Semana de Inovação da Escola Nacional de Administração Pública

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) participou da 6ª edição da Semana de Inovação da Escola Nacional de Administração Pública (Enap). O encontro on-line ocorreu entre os dias 16 e 19 de novembro.No painel sobre “Enquadramento de Problemas e Construção de Soluções Colaborativas para um Mundo Pós-Covid”, representantes do FNDE apresentaram o projeto de Monitoramento de Políticas Educacionais elaborado pela autarquia. O trabalho foi selecionado pela Enap em chamada pública que teve como foco a busca de soluções para os desafios decorrentes da pandemia.

O projeto inscrito pelo FNDE discute como o monitoramento dos programas educacionais tem sido realizado neste novo cenário e de que maneira será feito no pós-pandemia. O desafio é identificar informações-chave de cada município ou escola que indiquem como os programas do FNDE são executados. A partir deste diagnóstico, entra o trabalho de assistência técnica desenvolvido pela autarquia, voltado à realidade de cada localidade. Desse modo, a proposta do FNDE atua na redução dos efeitos da pandemia na área da educação.

Segundo a técnica da Assessoria de Gestão Estratégica e Governança do FNDE, Camila Maia, a participação na Semana de Inovação da Enap foi muito importante e produtiva para o desenvolvimento do projeto da autarquia. “A partir dessa troca de experiências, enriquecemos nosso reportório e assim podemos pensar em soluções para os desafios que temos, de forma a otimizar os processos internos e a gestão da Política Educacional por nós executada”.

A 6ª edição da Semana de Inovação foi uma realização da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), do Ministério da Economia, do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), com o apoio e a participação de diversas instituições do governo federal, além de organismos internacionais, grupos da sociedade civil e representantes do setor privado.