Bienal do Livro Rio inicia sua 20ª edição nesta sexta

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Marcando a retomada de um grande evento em uma versão presencial, a Bienal do Livro Rio inicia a sua 20ª edição nesta sexta-feira (03) e seguirá até 12 de dezembro.
Durante esses dias, o Riocentro, na Barra da Tijuca, terá uma programação intensa e elaborada por um coletivo curador para atender aos mais diferentes gostos e estilos. O objetivo é proporcionar trocas e reflexões sobre as principais questões contemporâneas em um debate plural e democrático, inspirado pelo questionamento “que histórias queremos contar a partir de agora?”.

Prometendo seguir todos os protocolos de saúde – com limite de capacidade de público por turno e necessidade da apresentação de comprovante de vacinação, além de uso obrigatório de máscara – diariamente a Bienal acontece das 9h às 22h.

Participação do mercado

Este ano, 85 editoras e 140 selos estão confirmados, além de livrarias, distribuidores e loja de e-commerce, como Submarino.

A Melhoramentos, por exemplo, trará para o evento a sua preocupação, os cuidados com o meio ambiente e o estímulo à educação e cultura no país. Para isso, desenvolveu uma linha de brindes exclusivos, como as ecobags de algodão cru, e todas as suas sacolas plásticas são feitas de material oxibiodegradavel. A empresa também patrocina um painel voltado para o meio ambiente.

Na Tocalivros, os visitantes poderão vivenciar uma imersão no universo de audiolivros. Serão disponibilizados tablets e fones de ouvido para que possam experimentar parte dos mais de 2,5 mil audiolivros da plataforma. Além disso, um painel instagramável e psicodélico, em referência ao audiolivro Parasita, de Arthur Conan Doyle, do selo Tocalivros Clássicos, será colocado no estande e as pessoas poderão filmar e fotografar.

Já a Intrínseca preparou um estande especial para receber os leitores. Localizado entre as ruas F e G, do Pavilhão Azul, a área possui 200 m² e mais espaço de circulação. Quem assina o projeto novamente é a Skada Arquitetura. Além disso, terá também um espaço dedicado ao Intrínsecos, clube de assinaturas da editora, com um túnel para fotos inspirado nas edições exclusivas distribuídas aos assinantes.

A lista completa dos expositores você confere aqui.

Programação

A programação contará com debates sobre juventude e fé, poesia, desenvolvimento sustentável, política e democracia, feminismo, jornalismo investigativo, adaptações audiovisuais, cultura geek e pop, LGBTQIAP+, saúde mental, ancestralidade e tendências do mercado literário, além da conexão de música e streaming.

Para discutir o que as pessoas têm vivido e participar da construção dessas novas narrativas, a Bienal lança a Estação Plural, espaço patrocinado pela Colgate-Palmolive, que reúne autores, artistas e formadores de opinião que transitam no ecossistema literário – literatura, poesia, narrativa, atualidades, cultura pop, diversidade, ficção e não ficção. Já o Espaço Metamorfoses, dedicado às crianças e patrocinado pela Petrobras Cultural, é inspirado nas mudanças do mundo e da leitura, trazendo uma exposição imersiva com cenários interativos, hi-tech e lúdicos, que proporcionarão a cada visitante a possibilidade de viver uma viagem literária em diversas linguagens.

A 20ª Bienal do Livro Rio contará também com diversos autores nacionais e internacionais, entre eles Matt Ruff, Julia Quinn, Jenna Evans, Casey McQuiston, V. E. Schwab, Scarlett Peckham e Josh Malerman, a argentina Mariana Enriquez, a australiana Monica Gagliano e o japonês Junji Ito. Entre os nomes nacionais, destaque para Conceição Evaristo, Itamar Vieira, Aílton Krenak, Lázaro Ramos, Antônio Fagundes, Otávio Júnior, Raphael Montes, Tati Bernardi, Gabriela Prioli, Luiz Antonio Simas, Lulu Santos, Fábio Porchat, Aza Njeri, Eliane Brum, entre outros.

A programação completa você confere no site da Bienal. Todas as sessões da programação oficial terão tradução simultânea em libras e serão transmitidas também pelo site da Bienal.

Cerimônia de abertura

A cerimônia de abertura, marcada para esta sexta (03), às 10h, terá a presença do prefeito Eduardo Paes e dos secretários municipais e estaduais de Educação e de Cultura. Grandes personalidades da literatura também estarão presentes, como o escritor Zuenir Ventura, que será homenageado pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e pela GL events, realizadores do evento.

Na cerimônia o SNEL também homenageará a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia com a entrega do Prêmio José Olympio, que desde 1983 reconhece personalidades e instituições com notáveis contribuições em prol do mercado editorial brasileiro.