A importância da escola e os riscos da educação domiciliar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A UNICEF publicou na última semana nota reforçando a importância da escola para o desenvolvimento da aprendizagem de crianças e adolescentes. A nota ainda destaca que existem diferenças entre o ensino remoto ou híbrido e a educação domiciliar.

“Família e escola têm deveres diferentes e complementares na vida de meninas e meninos. A família é o lugar do cuidado e de aprendizagens não curriculares, dentro de um ambiente privado. A escola é o lugar da aprendizagem curricular e é o principal espaço público em que o estudante interage com outras pessoas, socializa e aprende”, escreveu a instituição.

No texto, o chefe de Educação da UNICEF no Brasil, Ítalo Dutra aponta que essa transferência do processo de aprendizagem exclusiva para a família pode trazer prejuízos consideráveis para crianças e adolescentes. “Isso porque a escola é fundamental para garantir o direito à aprendizagem, à socialização e à pluralidade de ideias, além de ser um espaço essencial de proteção de meninas e meninos contra a violência”, disse Ítalo.

Leia a matéria original em UNICEF