Ministério distribui coleções literárias

Alunos da 4ª série de escolas públicas, localizadas em cidades que não possuem bibliotecas ou livrarias, terão acesso a obras como O Pequeno Príncipe, escrito por Antoine de Saint-Exupéry, ou Caçadas de Pedrinho, de Monteiro Lobato. A distribuição, pelo Ministério da Educação, de 8 milhões de coleções literárias, destinadas a 7 milhões de alunos da 4ª e 8ª séries do Ensino Fundamental e recém-alfabetizados, foi anunciada hoje, 15, pela secretária de Educação Infantil e Fundamental, Maria José Feres. 
 
Confira as coleções: tabela 1 e tabela 2 (Depois do clique, aguarde carregar a imagem)  
 
As coleções, que estarão nas escolas em dezembro para serem usadas em 2004, contêm obras dos principais escritores nacionais e internacionais, percorrendo os gêneros de poesia, conto, romance e peça teatral. “Estamos colocando nas mãos dos alunos livros que normalmente eles não teriam acesso, principalmente por causa do preço”, afirmou o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Hermes de Paula. 
 
O objetivo do Programa Nacional Biblioteca na Escola (PNBE) é estimular a leitura, resgatar a cultura nacional e formar uma geração de leitores, acrescentou o presidente do FNDE. O programa deste ano representa uma ampliação significativa em relação a 2002, que era restrito apenas aos alunos da 4ª série, observou Maria José Feres. “Incluímos os estudantes da 8ª série e os formandos dos cursos de Educação de Jovens e Adultos”. 
 
A secretária destacou a importância da obra ser doada para o aluno. “Isso estimula também a leitura pelos familiares e amigos da criança”, justifica. O programa reserva também exemplares para todas as escolas públicas que tenham as séries atendidas. Com isso, forma-se um acervo nas instituições – cerca de 170 mil não possuem biblioteca ou sala de leitura – e municia-se professores para trabalhar a questão da leitura em sala de aula. 
 
O FNDE investiu R$ 44 milhões para a aquisição dos 114 títulos que formam as coleções. Elas contêm cinco obras cada. Com a compra de 8 milhões de coleções literárias, o MEC conseguiu baixar o preço do livro para R$ 1,16. Outro avanço deste ano foi a formação de consórcio, que permitiu a participação de pequenas editoras. “Elas não teriam títulos para formar as coleções sozinhas”, explicou Hermes de Paula. Livros como Sonho de uma Noite de Verão, de William Shakespeare, destinado aos alunos da 8ª série, estarão sendo produzidos a partir de setembro. 
 
Repórter: Roseli Garcia

 





banner escola democratica

relatorio 2014 2015 banner2

banner bienal2014 pequeno

b trajetoria



Pesquisa

Boletim Abrelivros

Digite os dados, abra o e-mail e confirme sua assinatura.

Abrelivros.org.br - Associação Brasileira de Editores de Livros Escolares
Rua Funchal, 263 - Conj. 62 - Vila Olímpia
CEP 04551-060 - São Paulo - SP - E-mail: contato@abrelivros.org.br