Termina dia 4 de dezembro o prazo para pedidos à Biblioteca do Professor

Os 716 mil professores das classes públicas de alfabetização e de 1ª a 4ª séries do ensino fundamental têm prazo de ontem, 26, até o próximo dia 4 de dezembro, para se conectar à internet e enviar ao MEC a relação de livros que desejam receber do ministério para o ano letivo de 2004. 
 
Cada professor poderá escolher duas obras dentre os 145 livros do acervo do Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE). Para isso, precisa acessar o endereço www.fnde.gov.br, identificar as obras e solicitar ao diretor da escola que registre o pedido.  
 
“Neste ano, a rede mundial é o único meio possível para dar rapidez ao processo e fazer com que os livros cheguem ao professor antes do início do ano escolar, ainda em janeiro”, diz o coordenador-geral dos Programas do Livro, Alexandre Serwy. “Estamos orientando os diretores sem internet em casa a registrar as solicitações dos professores de sua escola nos computadores da prefeitura, da secretaria de Educação, de onde for.” 
 
O MEC forneceu, por carta, a cada diretor, o endereço de consulta na internet, além de senha, para que eles encaminhem os pedidos dos professores. Serão fornecidos, nesta etapa, 1.432.000 livros (101 títulos, 77 de prosa e 24 de poesia e mais 44 títulos de não-ficção, com ênfase na formação histórica, econômica e política do País). É intenção do MEC, para 2005, estender o programa Biblioteca do Professor aos docentes de 5ª a 8ª séries e do ensino médio. 
 
Biblioteca Escolar – Em paralelo à Biblioteca do Professor, o ministro Cristovam anunciou na quarta-feira, 26, a continuação do programa Biblioteca Escolar, que distribuirá os mesmos 145 livros que compõem a Biblioteca do Professor a 20 mil escolas, beneficiando cerca de 20 milhões de alunos com obras de autores como Sérgio Buarque de Holanda, Caio Prado Jr., Darcy Ribeiro, Gilberto Freire, Jorge Amado, Graciliano Ramos, Guimarães Rosa, Ferreira Gullar, Mário Quintana, dentre outros.  
 
“Alguns diziam que não adiantava alfabetizar se não déssemos condições para que as pessoas continuassem a ler. Com estes programas, estamos completando o ciclo e vamos continuar a fazê-lo”, afirmou o ministro Cristovam Buarque.  
 
O Ministério da Educação, por intermédio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), investirá R$ 66 milhões nos dois programas. No Programa Biblioteca do Professor, serão R$ 22,5 milhões. No Biblioteca Escolar, R$ 43,5 milhões. 
 
 
REUNIÃO FNDE-ABRELIVROS

 A Abrelivros recebeu hoje, 27/11, pela manhã, a visita do Presidente e do Diretor de Ações e Assistência Educacional do FNDE, respectivamente Dr. Hermes Matias de Paula e Dr. José Humberto Matias de Paula.

Em audiência com o presidente da Abrelivros, os dirigentes do FNDE trataram dos novos programas de incentivo à leitura, solicitando especial empenho dos editores em relação à observância das datas do cronograma.

CRONOGRAMA DESTES PROGRAMAS:

26/11 a 04/12 – escolha, via internet, dos livros do Programa Biblioteca do Professor
até 08/12 – tabulação das escolhas
08/12 a 10/12 – negociação com as editoras
até 12/12 - emissão do empenho
19/12 – contrato
janeiro – entrega das obras

 

2019.06_casaeducacao.jpg





banner escola democratica

relatorio 2014 2015 banner2

banner bienal2014 pequeno

b trajetoria



Pesquisa

Boletim Abrelivros

Digite os dados, abra o e-mail e confirme sua assinatura.

Abrelivros - Associação Brasileira de Editores e Produtores de Conteúdo e Tecnologia Educacional 
Rua Funchal, 263 - Conj. 62 - Vila Olímpia
CEP 04551-060 - São Paulo - SP - E-mail: contato@abrelivros.org.br