Apanhadão: Governo federal estuda extinguir Fundação Casa de Rui Barbosa

O Ministério da Cidadania e a Secretaria Especial da Cultura estão elaborando uma proposta que pretende extinguir a Fundação Casa de Rui Barbosa. Segundo apuração feita por Mônica Bergamo, a ideia é transformar a fundação em Museu Casa de Rui Barbosa, que passaria a integrar a estrutura regimental do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

A bancada do PSOL entrou com pedido de requerimento de informação sobre o processo no ministério e afirmaram que a fundação “responsável pela maior e mais significativa produção de conhecimento sobre políticas culturais do Brasil, o que dificilmente conseguiria ser gerido pelo Ibram”.

O The BookSeller divulgou uma pesquisa produzida pela Nielsen UK e que entrevistou mil leitores. O questionário constatou que o tempo gasto com a leitura durante o isolamento social quase dobrou. Um terço dos entrevistados disseram ter lido mais livros impressos, 18% consumiram mais e-books e 9% ouviram mais audiolivros. Ainda segundo a pesquisa, aumentou o interesse das pessoas por thrillers, crimes e ficção popular. As pessoas ainda afirmaram que os interesses nos livros de não-ficção também mudaram e agora elas procuram obras sobre alimentos, bebidas, história, quebra-cabeça, jardinagem e bricolagem. Livros para ajudar a melhorar a mente, o corpo e o espírito.

O livro como item de primeira necessidade nos territórios marginalizados. É nisso que Mateus Santana, idealizador do projeto Bienal da Quebrada acredita. O projeto, fundado no ano passado tem como objetivo democratizar o acesso à literatura nas favelas do país e desde agosto passado, arrecada e entrega livros nesses territórios. Segundo a Folha, em 10 meses, a iniciativa distribuiu mais de três mil livros. As entregas acontecem, principalmente, no Distrito Federal, São Paulo e Rio de Janeiro. Com a pandemia, e para diminuir os riscos para os voluntários, os livros passaram a ser doados junto com as cestas básicas.

N'O Globo, Ancelmo Gois falou sobre o novo livro da saga Crepúsculo. Segundo o "coleguinha", nas primeiras 24h após a divulgação do início da pré-venda, quinta passada, mais de 3.400 exemplares de Sol da meia-noite foram comercializados e o livro escrito por Stephenie Meyer estreou em primeiro lugar na lista dos mais vendidos da Amazon.

 

2019.06_casaeducacao.jpg





banner escola democratica

relatorio 2014 2015 banner2

banner bienal2014 pequeno

b trajetoria



Pesquisa

Boletim Abrelivros

Digite os dados, abra o e-mail e confirme sua assinatura.

Abrelivros - Associação Brasileira de Editores e Produtores de Conteúdo e Tecnologia Educacional 
Rua Funchal, 263 - Conj. 62 - Vila Olímpia
CEP 04551-060 - São Paulo - SP - E-mail: contato@abrelivros.org.br

Midiamix Editora Digital desenvolveu esta publicação com Joomla