Apanhadão: Seguidor de Olavo de Carvalho no comando da Biblioteca Nacional

O secretário Especial da Cultura, Roberto Alvim, segue com as mudanças que vem fazendo na área cultural do governo com a troca de comando da Biblioteca Nacional. Ao que tudo indica, o escolhido é o seguidor de Olavo de Carvalho, Rafael Alves da Silva - que se apresenta como Rafael Nogueira – que deverá substituir Helena Severo. Em resposta, a até então presidente da BN escreveu uma carta para Alvim na qual colocou seu cargo à disposição. No documento, que pode ser lido na íntegra clicando aqui, Severo diz que para ela, foi motivo de perplexidade ter tomado conhecimento da sua substituição através da imprensa, sem qualquer comunicação dos órgãos competentes, como manda o protocolo. “Não posso concordar com a forma desrespeitosa com que esse processo de mudança vem sendo conduzido”, disse. Até o fechamento desta edição, não havia confirmação nem data de nomeação de Nogueira ao cargo.

O Painel das Letras também repercutiu a escolha do novo presidente da Biblioteca Nacional. “Rafael quem?”. Assim foi recebido o nome de Rafael Nogueira nos bastidores da cerimônia do prêmio Jabuti na última quinta. Segundo pesquisa feita no evento por Bruno Molinero, o autoproclamado “aspirante a filósofo” era um completo desconhecido no maior prêmio literário brasileiro.

Na última sexta, o PublishNews noticiou que a Magazine Luiza fez proposta para ficar com a Estante Virtual, marketplace de venda de livros comprada pela Livraria Cultura no final de 2017. Para a coluna da Babel, a assessoria de imprensa da Magalu confirmou que a empresa poderá sim adquirir a Estante. “A Estante Virtual é um ativo da Livraria Cultura e, como parte do Processo de Recuperação Judicial da empresa, que está em andamento, há intenção de vendê-lo. Se determinadas condições forem cumpridas e o juiz competente aprovar, o Magazine Luiza poderá adquirir a Estante Virtual — após publicação de edital e transcorrência dos prazos legais”.

Enquanto isso, a Livraria Cultura pediu, na última semana, mais prazo para pagar as editoras e implorou pelo fornecimento de livros neste que é um dos melhores períodos do ano para o setor. A varejista pediu ainda para parcelar os novos faturamentos em quatro vezes, pagando a partir de janeiro. A mensagem termina dizendo que “a notícia não é boa”, “os timings estão ruins” e que “não queremos e nem podemos perder a venda de Natal”.

A Regina Przybycien, autora de Feijão Preto e Diamantes - O Brasil na obra de Elizabeth Bishop, concedeu uma entrevista ao Estadão. Na conversa, a pesquisadora que teve Bishop como tema de seu doutorado defendeu a autora americana dizendo que ela não se interessava por política, mas que mesmo assim, a homenagem da Flip é inoportuna para o momento, “não por causa da poeta, mas do momento político já bastante exacerbado”, explicou.

 

2019.06_casaeducacao.jpg





banner escola democratica

relatorio 2014 2015 banner2

banner bienal2014 pequeno

b trajetoria



Pesquisa

Boletim Abrelivros

Digite os dados, abra o e-mail e confirme sua assinatura.

Abrelivros - Associação Brasileira de Editores e Produtores de Conteúdo e Tecnologia Educacional 
Rua Funchal, 263 - Conj. 62 - Vila Olímpia
CEP 04551-060 - São Paulo - SP - E-mail: contato@abrelivros.org.br

Midiamix Editora Digital desenvolveu esta publicação com Joomla